sexta-feira, 21 de julho de 2017
assinantes
   Assinatura Ativo Access


Não Assinantes
ConteÚdo
DOWNLOADS
Interação
dicas aleatórias
Dica #6
Abrindo outro aplicativo apartir do Access
Publicado: 31/01/2004

Artigos

Uma breve introdução ao Microsoft Project

O Project começou sua historia em 1984 ainda dentro do ambiente DOS, sendo fruto da tentativa de desenvolver um sistema para desktop que pudesse facilitar o controle de tarefas e projetos de uma forma prática e rápida, utilizando as então conhecidas ferramentas de PERT-COM (*).

Por: Ronaldo S. Ramires ()
Publicado: 22/09/2009  Visitas: 7080
Dificuldade: Básico

Indicação de Artigo  Imprimir

O Project começou sua historia em 1984 ainda dentro do ambiente DOS, sendo fruto da tentativa de desenvolver um sistema para desktop que pudesse facilitar o controle de tarefas e projetos de uma forma prática e rápida, utilizando as então conhecidas ferramentas de PERT-COM (*). No ano seguinte, foi incorporado pela Microsoft, em sua versão 2.0, ainda rodando em DOS. A partir daí, mudou de nome para Microsoft Project, e continuou a evoluir em versões DOS até o ano de 1990, quando recebeu a primeira versão Windows.

Em 1995, foi apresentado como Microsoft Office Project, apesar de nunca ter sido incluído em um pacote. A evolução também sempre foi um pouco diferente dos demais produtos, por exemplo, existiu o Office 97, porém nunca houve uma versão 97 do Project, sendo conhecida apenas a versão 98, e depois 2000, 2002, 2003 e 2007, sempre alguns meses após o lançamento do Office. Inclusive a versão 2007 não possui a interface fluente (Ribbon), que caracterizou esta versão do Office. Ao que pude ver no Technical Preview do Office 2010, esta defasagem deve acabar, e a versão recebeu a interface fluente, e deve fazer parte de uma das versões (talvez a Ultimate ou a Professional Plus).

Apesar de ser lançado sempre em tempo defasado com relação ao Office e de ainda não ter recebido a interface fluente, a qualidade do produto sempre foi excelente, primando pela existência de recursos só encontrados em sistemas especialistas de grande porte, como por exemplo, o Primavera (hoje pertencente a Oracle).

A versão 2003 passou a oferecer recursos adicionais de programação dinâmica, novos assistentes, espaços de trabalho compartilhados e com as marcas inteligentes, bem como reforço no Help. Recursos como nivelamento de carga, controle de custos, calendários para recursos e tarefas separados, múltiplas visões do projeto, múltiplas linhas de base são alguns dos recursos disponíveis.

A versão 2007 tornou o produto mais robusto, alterou os formatos de arquivos, e integrou ao Sharepoint , e evoluiu muito com o Project Server (versão de servidor de projetos, criado junto com a versão 2003). Ao que parece, a versão 2010 irá continuar essa evolução, principalmente a integração dentro do Sharepoint, e com novos recursos no Project Server. Quem procurar maiores informações sobre a versão 2010, pode acessar o Blog do Time de Desenvolvimento http://blogs.msdn.com/project/ e ficar por dentro das “futuras” novidades.

O básico sobre integração do Project 2003 com o Access

O Microsoft Project 2003 trabalha com arquivos no formato MPP para os projetos e MPT para templates de projetos. Entre as opções de “salvar como”, existe a possibilidade de escolher formatos de arquivo diferentes, entre eles o que mais nos interessa é o Microsoft Database, popularmente conhecido Access.

Um pequeno projeto montado para um programa de sugestões.


Janela salvar como


Quando clicamos no Save, abre-se um assistente de exportação


Iremos selecionar agora pela primeira opção


Definimos ou aceitamos um nome para a exportação


E eis o arquivo MDB na pasta selecionada. Inclusive, aparece um LDB indicando que o arquivo esta em uso. Estamos visualizando o Project, porém trabalhando com um arquivo MDB.


Fechando o Project, e abrindo o arquivo pelo Access, podemos admirar todas as tabelas que compõem um arquivo de projeto.


Se o projeto que você salvou continha alguma tarefa, experimente abrir a tabela MSP_TASKS.


Procure pelo campo TASK_NAME, e lá estão as tarefas do projeto.
Se você observar, ira perceber que todas as informações do arquivo foram exportadas, por que selecionamos a primeira opção do assistente.

No próximo artigo irei mostrar como selecionar as informações para exportação, como configurar o Project para isso, e como vincular o arquivo do Access.

Para conhecer melhor os aplicativos da KAPP-sistemas, acesse nosso site.
Ronaldo S Ramires é Diretor Técnico da KAPP-sistemas - www.kapp-sistemas.com.br, Tecnólogo de formação, com mais de 20 anos de experiência em chão de fabrica, planejamento e métodos e processos. Também é entusiasta do MS-Access.

-----

KAPP-PPCP - Sistema para planejamento da produção

Links relacionados:
http://www.kapp-sistemas.com.br

Artigos relacionados:
  Nenhum artigo relacionado

 

Assine AtivoAccess
     CD Ativo Access = R$ 44,70

 

 

   Copyright © Ativo Access 2003 - 2017- Todos os direitos reservados   Política de Privacidade | Fale conosco